Centro de Ciência Visionarium

Construído em 1998, no Europarque, em Santa Maria da Feira, providenciou experiências científicas ao público em geral. Foi o primeiro centro de ciência privado de Portugal e recebeu mais de 1 milhão de visitantes durante os seus 20 anos de funcionamento.

A marca Visionarium e o equipamento do centro, após o seu encerramento, foram comprados em 2019 por duas empresas privadas (Aventuresca e Escolaglobal), que posteriormente os doaram à Associação Visionarium.

Associação Visionarium

A Associação Visionarium tem como missão levar atividades e experiências educativas STEAM (conceito que se baseia em projetos multidisciplinares de ciência, tecnologia, engenharia, artes e matemática) às escolas e ao público em geral, com enfâse na experimentação e na descoberta.

O Visionarium transforma-se assim num projeto agregador nas áreas STEAM que será desenvolvido até julho de 2024 no Centro Multimeios de Espinho. Estas iniciativas contam com a participação de vários parceiros como a Microsoft, a Associação Nacional de Professores de Informática, o Digi2 da FEUP, o Instituto de Sistemas e Robótica, o Science Communication Open Lab da Universidade do Porto, a Artshare, a Promethean e a Nautilus, entre outros.